SESMA - Sociedade Espírita Samaritanos de Maria

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial Doutrina Espírita - Divulgação
DDD - Depto de Divulgação Doutrinária

Divulgação Doutrinária

"O espírita não tem o direito de acomodar-se na poltrona da fé ingênua e simplória: seu dever é estudar e esclarecer-se quanto aos princípios da sua doutrina;

A fé raciocinada exige o desenvolvimento das potencialidades da razão, o que só pode ser feito através da instrução;

Para amar e auxiliar o próximo, o espírita não pode estacionar na ignorância: precisa aprender, adquirir conhecimentos, instruir-se."

Leia mais...
 

CDs Elizabete Lacerda

"Elizabete Lacerda dedicada obreira das canções da espiritualidade, obediente ao influxo carinhoso de Maria, traz-nos por meio de sua voz melodiosa e ligada aos ideais de fraternidade e luz, mensagens que certamente nos farão reviver a experiência da jovem aprisionada que, como pássaro da luz, libertou-se das amarras do grilhão material e viveu por antecipação a felicidade do Reino que Jesus prometeu a todos nós". (Maurício de Mello Brito)

São estas as palavras de Elizabete Lacerda: "E onde quer que eu vá, a canção irá também".

rosaborboleta

A Livraria Emmanuel dispõe dos seguintes CDs da cantora Elizabete Lacerda:

  • Com Deus
  • Filhos das Estrelas
  • Em Canto
  • Lado a Lado com o Amor

elizabeteLacerda

 

Oração da Criança ao Homem - Meimei

criancaRezando      Edificaste um mundo novo, em que me veja num futuro melhor.

      Auxilia-me a ter alegria dentro dele.

      Deste-me a liberdade.

      Ensina-me a ser livre, sendo feliz.

      Colocaste-me no centro da cultura, com acesso às mais avançadas experiências.

      Guia-me os passos para que não me sinta em desequilíbrio e para que o desequilíbrio não me enlouqueça.

      Dizes que me defendes.

      Não me recuses os benefícios da escola e do trabalho e nem me induzas à qualquer idéia de ódio e separação.

      Inventaste estradas nos céus.

      Ajuda-me a construir caminhos em que possa fazer o meu encontro com os semelhantes, no clima da compreensão e da paz.

      Criaste máquinas preciosas para meu reconforto.

      Ensina-me a dirigi-las com amor e responsabilidade para que elas não me esmaguem.

      Desenvolveste o progresso e levantaste a grandeza material em todos os recantos da Terra, e agradeço-te por tudo – a ti que me acolhes com tanto carinho e com tanto amor – mas peço, com todas as forças de meu coração para que não me afastes de Deus.

 

Francisco Cândido Xavier  -  Livro Antologia da Criança